Sua Página
29/12/2023 às 09h27min - Atualizada em 29/12/2023 às 09h27min

Mais mortes nas rodovias federais durante o feriado de Natal; saiba como evitar acidentes

Operação Rodovida registrou menos acidentes graves durante os quatro dias de Natal, mas o número de mortos e feridos subiu. PRF dá dicas para viajar com mais segurança

Brasil 61
Foto: Reprodução Polícia Rodoviária Federal

Durante os quatro dias da Operação Natal, realizada nas estradas de todo o país, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 891 acidentes — 233 graves —- que deixaram 1.030 feridos e 90 mortos, de sexta a segunda-feira (25). O número de mortos e feridos superou o de 2022, quando foram registradas 79 mortes e 1.020 feridos.

Este ano, um número chamou a atenção: o de motoristas e passageiros sem cinto de segurança – infração considerada grave. Nos quatro dias da operação, foram 3.550 flagrantes, 20% a mais do que no mesmo período do ano passado. 

Dicas para uma viagem segura

O porta-voz da PRF de Minas Gerais, Aristides Amaral Jr, tem mais de 20 anos de polícia e explica que o sono e o desrespeito às leis de trânsito são as principais causas de acidentes em estradas. Mas é possível reduzir os riscos com alguns cuidados. 

“Planejamento é a palavra fundamental. Verificar a documentação do veículo e do condutor, uma boa revisão do veículo é fundamental, principalmente por conta do período chuvoso — aquele pneu que já não está muito bom no piso seco, no piso molhado, você vai ter problemas.” 

O policial ainda dá três dicas que podem ser vitais nesse período festivo, com estradas mais cheias e tempo instável. 

“Se você sentir qualquer sinal de cansaço, pare e descanse, mesmo que seja por alguns minutos. Ao se deparar com um trecho chuvoso, diminua a velocidade e aumente a distância em relação ao veículo que está na sua frente, caso você precise fazer uma frenagem de emergência, você tenha um espaço maior. E respeite o limite de velocidade e só realize as ultrapassagens em locais permitidos e com segurança.”

Cuidado e prevenção nunca é demais

Com mais de 40 anos de estrada e centenas de quilômetros rodados, o empresário mineiro Randolfo Pereira conta o que faz para evitar imprevistos com o carro.

“Normalmente eu uso de forma frequente as manutenções e revisões que são protocoladas pelo fabricante do meu veículo. E quando acontece um ferido que eu vou viajar com a família eu tomo o cuidado de levar no mecânico da minha confiança para ele averiguar um check list de segurança, como pneus, lona de freio, água, água de radiador. Normalmente, a gente faz essas averiguações.”

Para o empresário, esses cuidados garantem segurança para o motorista, para a família e para os outros motoristas com quem divide a estrada. 
 

Fonte: Brasil 61
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://thesouth.com.br/.