Sua Página
10/01/2024 às 09h00min - Atualizada em 10/01/2024 às 09h00min

Diesel registra aumento de preços na primeira semana de 2023

A alta já é reflexo da reoneração tributária sobre o preço do combustível

Brasil 61
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

No registro de preços da segunda semana de janeiro de 2024, já é possível observar que os preços médios do diesel comum e aditivado subiram, em média, em todo o país, comparativamente à última semana do ano anterior.

A alta é consequência da retomada da oneração tributária integral do PIS/Cofins, pelo governo federal, desde 1º de janeiro de 2024. O impacto do aumento foi suavizado em virtude da Petrobras ter anunciado, anteriormente à reoneração, que o preço praticado deste combustível estaria mais baixo nas refinarias. Entretanto, a redução por parte da Petrobras não foi suficiente para conter o avanço efetivo dos preços para o consumidor, neste início de 2024. 

Este imposto estava zerado desde 2021 e o governo federal havia antecipado a volta do recolhimento já no segundo semestre de 2023. A alíquota do PIS/Cofins passa a ser de R$ 0,35 por litro do combustível. Até 31 de dezembro, a alíquota era de R$ 0,13. 

O preço médio de comercialização do óleo diesel comum no país é de R$ 5,89. Já o óleo diesel aditivado custa, em média, R$ 5,97/litro. 

O etanol, gasolina aditivada e gasolina comum, que registraram queda nesta semana, são comercializados, em média, no país, a: R$ 3,40, R$ 5,76 e R$ 5,56/litro, respectivamente. 

As informações são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, a ANP

Fonte: Brasil 61


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://thesouth.com.br/.