Sua Página
23/01/2024 às 13h44min - Atualizada em 23/01/2024 às 13h44min

MAM SP: ultima semana para acompanhar três exposições do Museu de Arte Moderna de São Paulo

Mostras Murilo Mendes, Realidades e Simulacros e Sonhos Yanomami de Claudia Andujar ficam abertas até o dia 28 de janeiro

MAM SP
Vistas da exposição Murilo Mendes, poeta crítico o infinito íntimo. Foto Estúdio em Obra

Crítico de arte, colecionador, organizador de exposições, poeta e, também, determinante na formação de toda uma geração de críticos e de artistas. Murilo Mendes foi uma das figuras mais influentes da vida artística brasileira. Sua atuação singular no circuito artístico é tema da próxima exposição do MAM, exibida a partir de 5 de setembro na Sala Milú Villela.

Os curadores Lorenzo Mammì, Maria Betânia Amoroso e Taisa Palhares fizeram uma seleção de obras que aponta para a atividade crítica de Murilo Mendes e que amplia a compreensão da arte moderna brasileira desde os anos 1920. Ao lado das obras, a mostra conta com documentos, livros e fotografias, muitos deles inéditos, que apresentam para o público uma faceta menos debatida do escritor Murilo Mendes, sua atividade como crítico de arte e colecionador.

Serviço:
Murilo Mendes,  poeta crítico: o infinito íntimo
Curadoria: Lorenzo Mammìi, Maria Betânia Amoroso e Taisa Palhares
Período expositivo: 6 de setembro de 2023 a 28 de janeiro de 2024
Local:  Museu de Arte Moderna de São Paulo (Sala Milú Villela)
Endereço: Parque Ibirapuera (Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº - Portões 1 e 3)
Horários: terça a domingo, das 10h às 18h (com a última entrada às 17h30)
Ingressos: R$25,00 inteira e R$12,50 meia-entrada. Aos domingos, a entrada é gratuita e o visitante pode contribuir com o valor que quiser.


Sonhos Yanomami" Claudia Andujar no Projeto Parede

Claudia Andujar. Opiq+theri, Perimetranorte - da série Sonhos Yanomami 2002. Foto_ cortesia Galeria Vermelho

Claudia Andujar. Opiq+theri, Perimetranorte - da série Sonhos Yanomami 2002. Foto_ cortesia Galeria Vermelho



Uma das últimas séries realizadas por Claudia Andujar a partir de seu acervo de imagens sobre o povo Yanomami é exibida no Projeto Parede do Museu de Arte Moderna de São Paulo. "Sonhos Yanomami", que acaba de ser integrada à coleção do MAM, é composta por 20 imagens geradas por meio da sobreposição de cromos negativos fotografados a partir de 1971. Nesta série, Andujar apresenta os rituais xamanísticos dos Yanomami.


“Trata-se de uma obra do período maduro da artista, que já possuía grande intimidade com a cultura do povo que a acolheu. As imagens revelam algo dos rituais dos líderes espirituais Yanomami e a importância do sonho em sua cosmologia”, comenta Cauê Alves, curador-chefe do museu, em texto que acompanha a mostra.

Serviço:
Sonhos Yanomami, de Claudia Andujar
Período expositivo: 6 de setembro de 2023 a 28 de janeiro de 2024
Local: Museu de Arte Moderna de São Paulo (Projeto Parede)
Endereço: Parque Ibirapuera (Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº - Portões 1 e 3)
Horários: terça a domingo, das 10h às 18h (com a última entrada às 17h30)
Ingressos: R$25,00 inteira e R$12,50 meia-entrada. Aos domingos, a entrada é gratuita e o visitante pode contribuir com o valor que quiser.



Realidades e Simulacros

Vista da obra de Fernando Velázquez Górgona 01 série Outras Naturezas (2023) no lago do Parque Ibirapuera. Foto Luís Felipe Abbud

Vista da obra de Fernando Velázquez Górgona 01 série Outras Naturezas (2023) no lago do Parque Ibirapuera. Foto Luís Felipe Abbud


Com obras espalhadas por várias regiões do Parque Ibirapuera, a mostra Realidades e Simulacros do Museu de Arte Moderna de São Paulo explora o diálogo entre o virtual e o físico,  percebendo a realidade ao redor de outra maneira e interagir com as dimensões de uma mesma experiência.  Por meio de uma plataforma criada especialmente para a mostra pelo estúdio Museu.io, o público tem contato com obras inéditas de dez artistas que investigam as possibilidades de justaposição entre o digital, o natural e o construído.

Com curadoria de Marcus Bastos, artista e pesquisador na convergência entre audiovisual, arte e novas mídias, e de Cauê Alves, curador-chefe do MAM, a exposição reúne obras do Coletivo Coletores, Daniel Lima, Dudu Tsuda, Eder Santos,  Fernando Velazquez, Giselle Beiguelman, Katia Maciel, Lucas Bambozzi, Regina Silveira e Paola Barreto. Cada artista recebeu convite da curadoria para criar experiências digitais, obras virtuais em realidade aumentada que integram o jogo de multiplicidades que é a exposição.

Serviço:
Realidades e Simulacros
Mostra coletiva com  Coletivo Coletores, Daniel Lima, Dudu Tsuda, Eder Santos,  Fernando Velazquez, Giselle Beiguelman, Katia Maciel, Lucas Bambozzi, Regina Silveira e Paola Barreto.
Curadoria: Cauê Alves e Marcus Bastos
Período expositivo: 23 de julho a 28 de janeiro de 2024
Local: entorno do Jardim de Esculturas,  Praça da Paz e região dos Lagos do Ibirapuera
Endereço: Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº - Entrada pelos portões 1 e 3

Entrada gratuita

 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://thesouth.com.br/.