Sua Página
23/02/2024 às 10h06min - Atualizada em 23/02/2024 às 10h06min

Como projeto na Serra da Mantiqueira vem contribuindo para desenvolvimento sustentável e restauração ecológica de áreas nativas

Fruto de uma parceria entre Fundepag e Fundação Toyota do Brasil, o Projeto Águas da Mantiqueira visa conservação da biodiversidade, planejamento territorial e desenvolvimento socioeconômico de forma sustentável em municípios da Serra da Mantiqueira

Mariele Previdi - Attuale Comunicação
Imagem: A Serra da Mantiqueira possui a maior concentração de água mineral do planeta Flavio Torres - divulgação
Reconhecida como uma das mais ricas áreas em biodiversidade do mundo pela Revista Science, a Serra da Mantiqueira, que envolve os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, composta por florestas e campos naturais, é o lar da maioria das espécies presentes na Mata Atlântica e possui a maior concentração de água mineral do planeta. Estabelecido em 2017, o Projeto Águas da Mantiqueira, uma parceria entre a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio (Fundepag) e Fundação Toyota do Brasil (FTB), é um trabalho de pesquisa de longa duração centrado em inventários de biodiversidade e recursos hídricos, que é utilizado como base para o planejamento do território de pequenos municípios.

O planejamento territorial integra áreas naturais, rurais e urbanizadas para a garantia de serviços ecossistêmicos - principalmente a água e o clima - essenciais para regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro.

Atualmente, o projeto desenvolve-se em seis municípios: Santo Antônio do Pinhal (SP), São Francisco Xavier (distrito de São José dos Campos/SP), Águas da Prata (SP), Sapucaí-Mirim (MG), Gonçalves (MG) e Baependi (MG), organizando o planejamento territorial em 196 bacias hidrográficas delineadas e um Programa de Restauração Ecológica e Biocultural em 50 hectares, localizados principalmente em áreas de preservação permanente.

“Essencial para a sustentabilidade, segurança hídrica e manutenção do clima, o Programa de Restauração Ecológica do Projeto é centrado em diferentes estudos de biodiversidade para práticas de manejo que facilitem a regeneração natural de áreas degradadas, permitindo o retorno de espécies arbóreas, arbustivas, herbáceas com grande eficiência, bem como da fauna de diversos grupos da Mata Atlântica. Em paralelo, contribui para o desenvolvimento de programas  de interpretação da natureza, promovendo o conhecimento público da diversidade biológica e dos três importantes valores da natureza: econômico, psicológico e intrínseco”, explica o Coordenador Técnico do Projeto Águas da Mantiqueira, José Roberto Manna de Deus, que complementa: “O valor econômico está ligado aos serviços ecossistêmicos, o psicológico ao bem-estar resultante do contato com a natureza e o intrínseco é o valor da biodiversidade independente de benefícios aos seres humanos”.

Equipe multidisciplinar

Uma equipe de 30 pesquisadores trabalha em diversas áreas do conhecimento, como: biologia da conservação, hidrologia, agronomia, arquitetura e urbanismo, saúde, educação, história ambiental. Essa diversidade de áreas traz um conhecimento amplo do território e da avaliação dos impactos da conversão da paisagem natural em áreas rurais e urbanizadas, como base para a gestão sustentável do território no presente e futuro.

Os recursos financeiros, equipamentos e trabalho para o desenvolvimento do Projeto são providos pela Fundação Toyota do Brasil e Fundepag, além de diversos outros parceiros e colaboradores do Projeto.

“A missão institucional das duas fundações responsáveis pelo projeto promove a experiência de sustentabilidade do meio rural e urbano, facilitando a construção de políticas públicas efetivas entre governo locais e comunidade”, explica o Coordenador Técnico do Projeto.

Importância da Mata Atlântica

O Brasil detém 20% da biodiversidade do planeta e possui o maior estoque de água doce do mundo. A Mata Atlântica, embora bastante degradada, ainda possui uma fauna e flora muito ricas. Dentro desse território, duas regiões se destacam: o sul da Bahia pela alta concentração de espécies e o Corredor Sul da Mata Atlântica, este último composto pela Serra do Mar e a Serra da Mantiqueira. A primeira tem um importante papel nos serviços ecossistêmicos, na manutenção do clima e na sustentabilidade das cidades litorâneas; já a Serra da Mantiqueira se estende por aproximadamente 500 quilômetros em três estados - Minas Gerais (60%), São Paulo (30%) e Rio de Janeiro (10%).

A Serra da Mantiqueira tem a maior concentração e diversidade de água mineral do mundo, a exemplo das águas ferruginosas e sulfurosas, reconhecidas pelo seu valor medicinal.

Além de prover a hidratação e o bem-estar humano e de todas as espécies, estão localizadas na Serra da Mantiqueira a nascente do Sistema Cantareira (que abastece diariamente mais de 7,5 milhões de pessoas) e do Rio Grande, responsável por formar o Rio da Prata e o Rio Paraná, segundo maior em extensão na América Latina e um dos maiores do mundo.

Mais informações: https://portal.fundepag.br/case/projeto-aguas-da-mantiqueira


Sobre a Fundepag

A Fundepag foi criada em 1978, a partir dos esforços de grupos empresariais, representantes da agropecuária, da indústria, do comércio e das finanças para somar esforços do Estado e da iniciativa privada no desenvolvimento de projetos de pesquisa.

Apoia e executa diversos tipos de projetos, serviços tecnológicos, capacitações e eventos. Além de contar com seu próprio Núcleo de Inovação Tecnológica Fundepag – NIT, expandido para Centro de Inovação Tecnológica - Conexão.f - reconhecido pelo Governo paulista, oferece uma estrutura de apoio administrativo-financeiro, de gestão de pessoas, consultoria jurídica e ferramentas informatizadas, com a qualidade e ética assessoradas pelas ISO 9001:2015 (qualidade), ISO 37301:2017 (compliance) e ISO 37001:2017 (antissuborno).

Mais informações: https://portal.fundepag.br/

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://thesouth.com.br/.