Sua Página
20/03/2024 às 11h33min - Atualizada em 20/03/2024 às 11h33min

Empresas industriais de médio e grande porte investiram R$ 36,9 bilhões em P&D em 2022

Agência de Notícias IBGE
Setor de máquinas e equipamentos lidera o ranking das empresas inovadoras - Foto: Freepik
  • Destaques

  • Em 2022, 34,4% das empresas industriais com 100 ou mais pessoas ocupadas investiram em atividades internas de P&D, somando R$ 36,9 bilhões em dispêndios.
  • Nos setores de equipamentos de informática, produtos químicos, farmacêutica e farmoquímica, a taxa supera 60%.
  • As indústrias extrativas responderam pelo maior percentual de investimentos em P&D (16,5%).
  • Um total de 86,3% dos dispêndios em atividades internas de P&D estão concentrados nas empresas com 500 ou mais pessoas ocupadas.
  • Em 2022, 39,8% das empresas inovadoras pretendiam aumentar os dispêndios em atividades internas de P&D em 2023. Para 2024, 50,8% esperam aumentar esses dispêndios em relação a 2023.
  • Em 2022, a taxa de inovação das empresas foi de 68,1%. Desse total, 33,0% implementaram novos produtos e processos de negócios simultaneamente.
  • A taxa de inovação é maior nas empresas de grande porte, chegando a 77,0% naquelas com mais de 500 pessoas ocupadas.
  • O setor de fabricação de máquinas e equipamentos lidera, com taxa de inovação de 89,3%, seguido por equipamentos de informática, eletrônicos e ópticos (87,5%) e por produtos químicos (84,7%), que em 2021 ocupava a primeira posição.
  • Em 2022, 15,8% das empresas publicaram relatório de sustentabilidade; o índice chega a 36,5% entre as empresas com mais de 500 pessoas ocupadas.
  • Entre as empresas que publicaram relatórios de sustentabilidade, 86,5% foram inovadoras em 2022.

Em 2022, as empresas industriais inovadoras com 100 ou mais pessoas ocupadas investiram R$ 36,9 bilhões em atividades internas de P&D. As empresas inovadoras da Indústria de transformação foram responsáveis por 83,5% desse valor e as das Indústrias extrativas, por 16,5%.

É o que mostra a Pesquisa de Inovação Semestral 2022: Indicadores Básicos, pesquisa experimental realizada em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Os dados serão apresentados hoje, 20 de março, às 10 horas, no Espaço Data ABDI, na cidade de Brasília-DF. Estarão presentes o presidente do IBGE, Marcio Pochmann, o presidente da ABDI, Ricardo Cappelli, além de diretores e equipes técnicas das instituições. O evento será transmitido no portal do IBGE.

A maior parte (86,3%) desse montante investido em atividades internas de P&D foi realizada pelas grandes empresas, com 500 ou mais pessoas ocupadas, ao passo que 7,8% provieram das empresas inovadoras de 250 a 499 pessoas ocupadas e 5,9% das empresas de 100 a 249 pessoas ocupadas.

“Vale destacar que as atividades com maiores proporções de empresas inovadoras que realizaram dispêndios em atividades internas de P&D foram as mesmas que proporcionalmente mais investiram em relação ao total de empresas: Fabricação de produtos farmoquímicos e farmacêuticos (92,9%), Fabricação de produtos químicos (74,1%) e Fabricação de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (68,8%)”, analisa o gerente de Pesquisas Temáticas, Flávio José Marques Peixoto.

No que se refere à distribuição dos investimentos em atividades internas de P&D, além das empresas das Indústrias extrativas (16,5%), as principais atividades que somadas representaram mais da metade dos dispêndios em 2022 foram: Fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias (13,0%), Fabricação de coque, de produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis (11,9%), Fabricação de produtos alimentícios (9,7%), Fabricação de produtos farmoquímicos e farmacêuticos (9,4%) e Fabricação de produtos químicos (8,9%).

34,4% das empresas investiram em P&D

Considerando o conjunto de empresas industriais inovadoras, 34,4% investiram em atividades internas de P&D. Os setores em que mais da metade das empresas investiram em atividades de P&D foram: Fabricação de produtos farmoquímicos e farmacêuticos (67,0%), Fabricação de produtos químicos (64,8%), Fabricação de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (60,2%), Fabricação de máquinas e equipamentos (51,7%) e Fabricação de produtos diversos (50,6%).

Por outro lado, os setores com menor proporção de empresas que realizaram dispêndios em atividades internas de P&D foram: Metalurgia (17,1%), Confecção de artigos do vestuário e acessórios (12,7%) e Manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos (10,6%).

Metade das empresas inovadoras pretende aumentar seus investimentos em P&D em 2024

A expectativa de 39,8% das empresas inovadoras era aumentar seus dispêndios em P&D em 2023 comparado a 2022, enquanto 56,4% queriam manter e 3,9% pretendiam diminuir o investimento. Para 2024, a expectativa é ainda mais otimista: 50,8% das empresas inovadoras pretende aumentar seus investimentos em P&D em relação a 2023; 46,6% esperam manter e apenas 2,5% pretendem reduzir.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://thesouth.com.br/.